3 Dicas Para Ajudar as Empresas a Trabalharem a Saúde Mental dos Colaboradores

O mudo mudou e o formato das empresas também devem mudar

Você sabia que o Brasil é o segundo país das Américas com maior número de pessoas depressivas? Pois é, isso infelizmente é verdade.

O número de equivalentes corresponde a 5,8% da população, só fica atrás dos Estados Unidos, com 5,9%. (dados da Organização Mundial de Saúde

A depressão é uma doença que afeta 4,4% da população mundial, muita coisa comparado a população do palneta que é de 7 bilhões de pessoas, para ser mais preciso seriam em média 308 milhões de pessoas depressivas.

E ainda além disso o Brasil é o país com maior prevalência de ansiedade no mundo, sendo que índice na nossa população é de 9,3%. 

Como as empresas podem diminuir isso?

Agora é a hora de saber como diminuir esses índices e ajudar mais as pessoas. Veja agora os passos necessários para fortalecer as relações entre trabalho e saúde mental.

  1.         Cultura de organização e pensamento horizontal.

A grande maioria das empresas deixam os colaboradores responsáveis por organizar sua rotina, isso muitas das vezes sem orientação dos líderes, causando quase sempre insegurança e desconforto no funcionário.

Quando essas situações de rotina são planejadas em conjunto com os líderes e colocadas de forma clara, o funcionário fica mais aliviado e seguro de suas funções e deveres.

  1.         Voz e feedback.

Quando um funcionário apresenta um comportamento anormal dentro do ambiente de trabalho, desmotivado ou com sintomas de ansiedade, fale com ele, é necessário que ele se sinta parte da equipe e acolhido, ele certamente vai gostar disso.

Nesse momento, deixar que ele desabafe, que fale o que se passa. Depois disso dar um feedback adequado e em tom pacífico vai ajudar ainda mais na melhoria do quadro de mal estar do funcionário.

O ideal para que isso funcione de verdade é um feedback por semana, com isso todos dizem quais suas dificuldades e recebem conselhos e auxílio.

  1.         Oportunidade de desenvolvimento.

A ideia do desenvolvimento pessoal é o objetivo de grande parte das pessoas no mercado de trabalho, todo mundo quer aprender e evoluir, ou estou errado?

Você emprese, um ponto importante a se lembrar. Favoreça um ambiente onde o colaborador, além de agregar com seu valor técnico, possa se aperfeiçoar, ele vai se sentir motivado e querido.

Existem diversos caminhos para esse fim: propor cursos ou pesquisas como parte do benefício ou ainda um momento de estudo com as lideranças da empresa, focado no aperfeiçoamento da equipe. 

Essas são lições essenciais para que sua empresa se torne mais humana e renda mais, como todo empreendedor gosta.

Todo profissional é essencialmente um ser humano e está suscetível a estresse, ansiedade, dentre outros fatores. Zelar pela saúde da equipe é zelar pelo desenvolvimento da empresa.

Sua empresa no sucesso.

Os dados não mentem, e se você quiser ajudar as pessoas que estão ao seu redor a crescer, comece hoje mesmo, use essas dicas para ir ajeitando as coisas, converse com seus colaboradores, saiba suas dificuldades e dúvidas, ajude que eles iram se ajudar.

Você quer que sua empresa renda de verdade? Seja mais humano com os colaboradores, eles são pessoas e tem aflitos assim como você. E como diria o ditado “uma mão lava a outra”. Ajude e será ajudado. 

Se identificou com as dicas? Deixe um comentário aí em baixo. 😉

Thiago Albuquerque

Thiago Albuquerque

Copyright e Social Media

COMPARTILHE ESSE ARTIGO 📲